domingo, 15 de dezembro de 2013

Boliche Adaptado para deficientes

0


O boliche moderno surgiu na Alemanha por volta do ano 1300,  Alemães jogavam com pedras  em clubes chamados  Kegles . Atualmente  esses locais ainda são frequentados por jogadores.

A modalidade do boliche  adaptado para deficientes físico  foi desenvolvido  durante os anos  pós – segunda guerra mundial, tornou-se  um esporte  popular entre  os paraplégicos e amputados.  Já a participação de indivíduos com deficiência severa foi possível somente na década de 1950  quando o uso   de  dispositivos auxiliares  passou a ser permitido,
Nessa mesma época em  1848 na cidade  de Nova york, os deficentes visuais também praticavam o jogo. Já foi esporte paralímpico, deixou de ser e atualmente é uma modalidade reconhecida pelo comitê paralímpico.


O jogo  do boliche consiste  de 10 lances. Cada jogador  lança a bola duas vezes em cada lances,  a  menos que derrube  todos os pinos na primeira bola, fazendo um strike. O valor do strike é de 10 pontos , dobrando  os pontos dos dois lances seguintes. Caso o jogador marque o strike no seu último lance, terá o direito a 02 bolas  extras. Se nesses lances  fizer  02 strikes atingue os 300 pontos o número máximo no jogo.

Perfil dos Praticantes
Indivíduos  com deficiência física, intelectual, visual e auditiva em provas masculinas e femininas,


 Adaptações gerais

 Estimulação corporal e cinestésica.
 Proporcionar vivências com bolas leve, bolas maiores, pinos maiores etc.
Deficiências auditiva - Surdos
- Utilizar estímulos luminosos e pistas visuais facilitam o trabalho.
- Observar a tela quando o jogo coorrer numa pista de boliche,
- Colocar o aluno em uma pista próximo ao professor(a)
- indicar o material a ser utilizado
- falar em tom moderado e de frente para o aluno.
Deficiência Intelectual
- apresentar as instruções  de forma clara e devagar.
-  faça demonstrações
- utilizar pegadas para lembrá-los da colocação do pé.
- repetir as indicações muitas vezes
- utilizar diferentes pinos e alterá-los com frequência, inclusive em quantidade.
- proporcionar   vivências bem sucedidas (curta distância, bola leve, bola maior, pinos maiores, etc.
5. Melhore experiências bem sucedidas (curta distância, bola leve, bola maior, pinos maiores, etc.
Deficiência visual
- O parceiro deve orientar o aluno sobre os pinos que precisam ser derrubados,
- Caminho até a  pista deve ser feito de uma única superfície de textura.
- coloque um localizador sonoro atrás dos alvos (pinos).
- utilizar  uma rampa de metal para a bola rolar pela pista.
-  utilizar bolas  e pinos coloridos.
- utilize pará-choques  em ambos lados dos trilhos.
Deficientes físicos em cadeira de rodas
-  modificações mínimas, como força de membro superior e e coordenação de  movimentos.
-  é possível que necessite de bolas mais neves.
- utilizar bola retrátil (bola com alça)
- utilizar  rampa  quando necessário.
- utilizar o dispositivo adapter-pusher para empurrar a bola para baixo da pista.


 classificação funcional

  • B1: Atletas são totalmente cegos
  • B2: Os atletas com visão parcial com acuidade visual de até 2/60 e / ou campo visual inferior a 5 graus
  • B3: Os atletas são parcialmente cegos  com acuidade visual acima de 2/60 até 6/60 e / ou campo visual de mais de 5 graus e menos de 20 graus
  • B4: atletas com deficiência grave incapaz de usar uma bola maior do que 64 milímetros de diâmetro (ou seja, tetraplégicos ou paralisia cerebral)
  • B5: atletas ambulante e cadeiras de rodas com aderência superior e restrito a função do membro superior do corpo, falta de equilíbrio e coordenação
  • B6: atletas ambulante e cadeiras de rodas com reduzida função do equilíbrio
  • B7: atletas ambulante e cadeiras de rodas com menores probemas de  equilíbrio
  • B8: atletas ambulante e de cadeira de rodas que têm uma incapacidade permanente e irreversível, mas sem comprometimento  perceptível da função.
  • Crédito (http://www.sports.org.au/sports/lawn-bowls)  acesso 15.12.2013

  • Tecnologia assistiva
Adaptações para a cadeira de rodas,  na bola de boliche e  utilização de rampas   foram desenvolvidas para  incluir  indivíduos no jogo  do boliche.

 Cadeira de rodas
Podem ser feita várias adaptações na cadeira de rodas que auxiliam na participação do jogo.

                                   

  rodas mais  largas que ficam dentro do quadro.      

             

             
O Centro de gravidade possibilidade  de ajuste para a frente e para trás.
                                                    
   
                                       rodas traseiras menores  que  simulam elevador
links das imagens  e saiba mais!
http://www.bbbugs.co.uk/features2.html   acesso em 15.12.2013

Rampas


São utilizadas para orientar o  lançamento e direção da a bola na pista de boliche.
Indicadas para  indivíduos  os  com grau de comprometimento elevado que não podem utilizar as mãos.

Adaptações na bola  







 As bolas são  feitas  para suprir a força reduzida e  ou as   dificuldades de colocar os três dedos no buraco do boliche ,

Empurradores - Pusher


É um suporte com braços longos  , na extremidade  tem um local para pegada que se adaptada a forma da mão.  , pode ser utilizado em pé ou sentado numa cadeira de rodas,

  • Podem se facilmente  feitos de tubo de PV C  e cabo de vassoura.
  • Outra adaptação  na sua utilização quando o braço da cadeira não pode ser removido,  aumenta  a altura do assento com uma almofada.
  • Antes empurrar o boliche  deve-se verificar se os freios da cadeira foram acionados.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by ThemeShift | Bloggerized by Lasantha - Free Blogger Templates | Best Web Hosting